Instituto Maria da Penha
Março de 2014 ficou marcado pela polêmica que trouxe à tona uma realidade triste. Uma pesquisa afirmou que 65% dos brasileiros justificavam que uma mulher fosse estuprada dependendo da roupa que vestia. Depois esse número foi revisto para 26%, mas ainda assim era alarmante.
 
Para dar volume à voz de quem não compactuava com esse absurdo, criamos junto com o Instituto Maria da Penha uma campanha que usava as vitrines de lojas de roupa para divulgar essa estatística, fazendo referência aos adesivos de descontos para alertar sobre essa causa urgente.
FICHA TÉCNICA
Agência: F.biz
CCO: Guilherme Jahara
DC: Bruno Costa, Antônio Nogueira
Criação: Bruno Couto, Laura Azevedo, Sérgio Nakano
Diretor de Arte: Bruno Couto, Victor Leão, Murillo de Paula
Redação: Laura Azevedo, Sérgio Nakano.
Motion: Wesley Silva, Alexandre Márcio Arantes
Produção: Black Maria
Som: Croacia